0

Televendas: (67) 4141-3345

DICAS

A importância dos Legumes e Verduras

Elisabete Fernandes Almeida (APM)

Publicado em 28.02.2014

 Alimentação saudável é um hábito que precisa estar presente no dia a dia da sua família. Uma mesa balanceada com legumes e verduras pode evitar doenças provocadas pela falta de nutrientes e prevenir outras: quem consome grande quantidade desses alimentos garante o bom funcionamento do aparelho digestivo, diminui a chance de desenvolver câncer, doenças do coração e outras doenças crônicas, assim como combate a obesidade.
 
As verduras e os legumes são importantes fontes de carboidratos, fibras, água e vitaminas. As folhas das verduras contêm clorofila, que limpa e oxigena o sangue. As de cor mais intensa (verde escura) são abundantes em ácido fólico, importante antianêmico, além de serem boas fontes de cálcio, fósforo e ferro. As folhas de nabo, rabanete, cenoura, beterraba, couve-flor e brócolis também são ótimas para comer, inclusive os talos.
   
Enriquecendo a alimentação diária com esses nutrientes, você estará oferecendo saúde à sua família.
 
Faça uma boa higienização

  Lave os vegetais inteiros em água corrente. No caso das verduras, lave folha por folha e, para legumes, use uma escovinha.
  Em seguida, coloque-os de molho em uma vasilha de vidro ou louça com água e cloro (ou água sanitária), numa porção de 1 colher de cloro para 1 litro de água. Deixe por 15 minutos.

Propriedades curativas

 Alho: O principal componente do alho, a alicina, é um produto bactericida, antigripal e expectorante. O alho também ajuda a reduzir o nível de colesterol no sangue, evitando problemas cardiovasculares. O alho tem apenas um inconveniente, o odor e o gosto que permanecem na boca após a sua ingestão.

Para contornar isso, recomenda-se mascar cravos da índia, que diminuem bastante tanto o cheiro quanto o sabor do alho. Antisséptico, desintoxicante, digestivo. Contra anemia, bronquite, insônia, neurites e polineurites, parasitas intestinais, calos, câncer, coqueluche.  

Batata: Combate a cistite, corrimentos vaginais, feridas e picadas de insetos. É energética e deve ser comida com a casca.

Berinjela: É muito pouco calórica (como a maioria dos legumes), com apenas 16 calorias em 100 g. Rica em água (93%), fornece boas quantidades de potássio (200 mg/100 g de berinjela). Contribui com fibra alimentar (2,5 g/100 g), cálcio (10 mg/100 g) e fósforo (12 mg/100 g de beringela). Evita doenças da boca, fígado e vesícula biliar. Reduz o colesterol e é diurética.

Beterraba: Previne anemia, alguns tipos de câncer, tosse, coqueluche e males do fígado. É diurética, energética, laxante e tonificante. O consumo regular de sumo de beterraba mostrou-se útil na diminuição dos níveis de colesterol total, promovendo a saúde dos vasos sanguíneos.   

Brócolis: Contém fitoquímicos como Sulforafano e Indoles, conhecidos por terem capacidade de proteção contra o câncer e propriedades na produção de enzimas que destroem células cancerígenas. Sulforafano é o principal fitoquímico descoberto que elimina a H. Pylori, responsável pela gastrite e úlcera estomacal. Outras propriedades são: calmante, laxante, antianêmico e tonificante.   

Cebola: Combate anemia, câncer, gripe, obesidade, rachaduras da pele, colesterol alto, insônia e reumatismo. Contra males do aparelho urinário e circulatório, da próstata e da tireóide. É depurativa.

Cenoura: É uma grande fonte de vitamina A, cujas necessidades diárias podem ser quase que totalmente supridas com apenas 100 g desse legume. Essa vitamina contribui para o bom estado da vista, da pele e das mucosas. Além disso, a cenoura contém muitos sais minerais, como Fósforo, Cloro, Potássio, Cálcio e Sódio, necessários ao bom equilíbrio do organismo, e vitaminas do Complexo B, que ajudam a regular o sistema nervoso e a função do aparelho digestivo.

Crua, ralada e bem lavada, a cenoura limpa os dentes e desenvolve os músculos mastigadores; seu suco ou caldo concentrado de seu cozimento adicionado ao mel ou suco de limão é ótimo para curar bronquite; é indispensável para gestantes e lactantes, pois melhora e aumenta o volume sanguíneo que, consequentemente, aumenta e melhora a produção do leite.

Age contra o câncer, anemias, asma, diarréia. É boa para circulação, ossos, olhos, pele e varizes. É cicatrizante e aumenta a produção de leite nas lactentes.

Inhame: Em termos medicinais, o inhame é considerado um poderoso depurativo do sangue e, de acordo com o Estudo Nacional da Despesa Familiar realizado pelo IBGE, é recomendado também na prevenção da malária, da dengue e da febre amarela. Além disso, ele fortalece o sistema imunológico e aumenta a fertilidade nas mulheres. Todas as partes do vegetal podem ser  consumidas: o tubérculo, as folhas e os talos. Contra sinusite, tuberculose, verrugas e acne. Males do ouvido e aparelho urinário. Energético e desintoxicante.

Manjerona ou Manjericão: Na medicina popular, o chá das folhas do manjericão é utilizado para aliviar as dores de garganta (gargarejo); em bochechos ajuda a cicatrizar aftas. Este chá atua ainda contra tosses, gripes, resfriados e crises de bronquite. Sendo um sedativo suave, pode ser usado para combater dor de cabeça, enxaqueca e gastrites. Contra enxaqueca, flatulência (gases), resfriado e torcicolo. Digestiva.

Milho: O milho é grande fonte de energia por conter alto teor de carboidratos, além de possuir quantidades consideráveis de vitaminas B1 e E e sais minerais. A vitamina B1 (tiamina) ajuda na regularização do sistema nervoso e aparelho digestivo e tonifica o músculo cardíaco.

A vitamina E apresenta propriedades antioxidantes sendo, por isso, utilizada na conservação de alimentos. Ela combate a degeneração muscular, atua no crescimento e protege o sistema reprodutor, aumentando a potência sexual.

É ainda rico em Fósforo (necessário ao cérebro). Contra artrite, cólicas e caxumba. Protege dos males da arteriosclerose. É diurético, energético e elimina o ácido úrico.
   
Repolho: Esta hortaliça crua é uma ótima fonte de vitaminas A e C. A vitamina C é necessária ao desenvolvimento dos ossos e dentes e aumenta a resistência dos tecidos e dos vasos sanguíneos. Também age contra as infecções, hemorragias e o envelhecimento precoce, mas é conhecida principalmente, por combater gripes e resfriados e outras doenças mais sérias, como a pneumonia e a anemia secundária.

O repolho branco é depurativo do sangue, estimulante da digestão, auxilia no combate à tuberculose e, também, em todos os casos de cansaço físico. Deve ser comido cru e bem mastigado. Em cataplasma, as folhas de repolho são excelentes para dissolver furúnculos.

E o repolho roxo, por sua vez, tem propriedades estimulantes na produção de hormônios e auxilia na queima das gorduras. Contra caspa, seborréia, dores ciáticas, feridas em geral, náuseas, reumatismo, rouquidão. Também é anticancerígeno.  

Salsa: Antiinflamatório, estimulante do apetite, depurativa, expectorante. Combate o mau hálito, pressão alta, icterícia, impotência sexual, sarampo, cálculos renais, dor de ouvido e problemas da menstruação.

Conservando por mais tempo

Guarde-os na parte mais baixa da geladeira ou mantenha-os longe dos raios solares.
Conserve-os em sacos plásticos próprios para alimentos, com alguns furos, para que os legumes e verduras respirem.

Não esqueça

De preferência, coma os vegetais crus. Se for cozinhar, faça-os com pouca água e durante pouco tempo, para eles conservarem o máximo possível de suas propriedades. Só corte os vegetais na hora de servir, senão eles ficam secos e murcham. Descasque somente aqueles que têm cascas, como inhame, cará e mandioca. Cenoura, chuchu, pepino, abobrinha, batata e outros vegetais devem ser consumidos com a pele, que é muito nutritiva.
 
Os temperos verdes (salsa, cebolinha, hortelã, manjericão, etc.) têm alto valor nutritivo e devem ser sempre acrescentados depois de apagar o fogo, ou na hora de servir. Tempere os pratos com algumas gotas de limão para ajudar o corpo a absorver o ferro da comida.
 
Nunca utilize bicarbonato de sódio para cozinhar verduras e legumes, pois ele faz com que algumas vitaminas se percam. Não embrulhe os vegetais em jornal, pois este solta tinta, que contém chumbo, prejudicial à saúde.
 
Se você quer preparar uma refeição equilibrada, lembre-se de três coisas: a salada crua é importantíssima para a refeição, um prato colorido enche a pessoa de vida e a variedade de sabores pode garantir a saúde.

Busca

Sua busca deve conter no mínimo 2 letras.

Filtrar Resultados

Utilize a busca avançadas do site para encontrar o que deseja em dicas.

Antonio Carlos Rodrigues dos Santos - CPF: 16.774.767/0001-08

Rua 13 de Junho, 1371 - Centro - Campo Grande, MS - CEP 79010-200

2014 © Feirinha em Casa - Todos os direitos reservados